#15TempoEditorial

Editora convidada: Ana Cláudia Arantes

por Ana Claudia Arantes

Trabalho com pessoas gravemente doentes, que, quando chegam aos meus cuidados, já esgotaram todas as possibilidades de cura ou controle de seus males. Isso significa que meu ofício, como médica, concentra-se em aliviar o sofrimento que a natureza da doença vem trazendo. E isso também significa que esses pacientes têm muito pouco tempo de vida.Preparei-me muito para escrever essas linhas aqui. Não pense que foi por alguns meses apenas, por um simples período ao longo do qual procurei pelas origens das citações e reflexões que me tomaram o sono desde o convite para participar desta edição. Para escrever essas linhas, revirei minha própria história, meu tempo até aqui, o que fiz dele, o que estou fazendo ainda. Busquei antigos textos, livros, entrevistas que concedi a publicações recentes e a outras nem tanto. Numa delas, disse que escolhi essa área da medicina por valorizar meu tempo e que, por isso, sentia-me…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.