#9ObsessãoAmarello Visita

Amarello Visita: Les ateliers d’art

por Tomás Biagi Carvalho Marina Ferriani

Eram oito horas da manhã e tomávamos café ao lado do Studio Massaro, perto da Place Vendôme. Jet lag, tudo meio corrido e confuso. Um suco de laranja, café preto, teste de máquinas, verificação de baterias e de memórias, e pronto. Lá estávamos.Quem fez as honras da casa foi uma canadense extremamente simpática e bem treinada, que nos deu uma aula de história da moda das últimas décadas, guiando-nos pelos corredores labirínticos dos Ateliers d’Art.Os ateliers de alta-costura Lesage (bordado), Massaro (sapatos) Desrues (botões e joias para roupas), Guillet (flores de tecidos), Maison Michel (chapéus), Maison Lemarie (penas) e Robert Goossens (ouro e prata) são patrimônios sócio-culturais da Franca. Nasceram como pequenos negócios familiares, o mais antigo foi fundado em 1880, e abasteceram quase todas as maisons francesas.Nos anos oitenta do século XX, com o mundo se direcionando para o lifestyle frenético em que vivemos, a alta-costura perdeu espaço para…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.