#15TempoCulturaSociedade

Tempo de ser pai

por André Tassinari

Nunca antes na história desse país o pai foi tão presente na criação dos filhos como hoje. No entanto, pelo menos no primeiro ano de vida de uma criança, o pai não exerce uma função tão importante como a da mãe. Mas, ao contrário do que os homens brasileiros costumam acreditar, o pai pode ajudar muito nesse período. Só que, contrariando a natureza masculina, aqui ele terá de aceitar um papel secundário: o de dar suporte prático, de maneira que a mãe tenha mais energia e foco para cuidar do bebê. Para se candidatar ao cargo de ajudante-mor-da-mãe-com-bebê, o pai vai precisar de duas coisas: (bastante) vontade e (bastante) tempo.Falemos primeiro da vontade. Eu acho que a vontade de passar (bastante) tempo com seu bebê é irracional, ou você tem ou não tem. Mas, para um pai extremamente racional, e-xistem estudos científicos que mostram que passar tempo ao lado de…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.