#30IlusãoCulturaEducação

Educação para todos

por Marcelo Sevaybricker Moreira

Sociedades democráticas pressupõem cidadãos educados, isto é, bem informados e críticos, tanto porque se requer que eles sejam capazes de formar conscientemente suas preferências e escolher entre partidos, programas e candidatos diferentes, quanto porque se supõe que devam fiscalizar minimamente seus representantes e agir na política diretamente, quando necessário.Nesse contexto, a educação é considerada um direito universal e, consequentemente, um dever do Estado, que deve provê-la gratuitamente e com qualidade a toda a comunidade que governa.Por essa razão, historicamente, as lutas pela democratização das sociedades ocorreram concomitantemente a campanhas e à promoção de políticas públicas de universalização do ensino. Para se tornar uma democracia, considerava-se absolutamente necessário educar minimamente os cidadãos. Também segundo essa mesma lógica, cumpre lembrar que, durante muito tempo, a escolarização foi uma barreira à participação política: não ser escolarizado implicava não estar qualificado para ser cidadão.O Brasil, marcado por um passado de profundas desigualdades e injustiças,…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.