#7SempreCrônica

Bicho-papão

por Léo Coutinho

Primeiro é o bicho-papão. Seus pais, querendo obrigá-lo a dormir, contam que debaixo da cama mora o tal monstro, que ataca no escuro, mas que você não corre risco se ficar comportado, quieto e se concentrar, ainda que não esteja com sono. Então, um belo dia, exausto de pavor ou com vontade de fazer xixi, você reage, controla o medo e bota o pé no chão. Sem levar a tal mordida, agacha, levanta a coberta e espia. Não ha bicho algum. Dali em diante, portanto, para fazer você dormir, seus pais abandonarão o chicote emocional e adotarão o torrão de açúcar, prometendo vantagens e facilidades se for obediente.Na escola, é a vez do padre, do professor e do bedel. Unidos, dedicam-se antes a prevalecer sobre crianças do que a ensinar o beabá. Para eles, ser um bom aluno não significa aprender rápido, mas ser estudioso, disciplinado e obediente. Até que…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.