#27PerspectivasCulturaSociedade

Ao longo dos séculos

por Léo Coutinho

Ao longo dos séculos, a fábula da formiga e da cigarra foi revista, atualizada e traduzida ao gosto da moral vigente ou da preferência dos autores. Esopo, La Fontaine, Bocage, Monteiro Lobato. Em prosa e verso, muitos contestaram o caráter da cigarra, depois o da formiga, o valor do trabalho de uma e de outra. Mas nem nas versões mais recentes enxergou-se a perspectiva real da obsolescência do suor dessas formigas. Ou pelo menos da ampla maioria delas.Alguém poderá dizer que na Revolução Industrial, primeira ou segunda, o tema foi debatido. Houve uma migração do campo para indústria e serviços que é relativamente recente e vem se acentuando com a explosão urbana. Só que nem ao longe o que se passou pode ser comparado com o que temos no horizonte. Além de emprego, renda, tecnologia, bem-estar social, somam-se ao debate questões de sustentabilidade, comunicações e conhecimento, democracia, natalidade e nutrição.Porém,…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.