#3MedoArteArtes Visuais

Eu preciso destas palavras escritas

por Tais Barreto Andrea Rocco

Um olhar sobre os bordados de Arthur Bispo do Rosário “Um dia eu simplesmente apareci!” Era assim que Artur Bispo do Rosário, o Bispo, costumava se apresentar. Nasceu em Sergipe, em uma cidade muito pequena chamada Japaratuba, por volta de 1910. Não se sabe, ao certo, porque em cada registro encontrado da vida dele há uma data: na Marinha — onde ele trabalhou de 1915 a 1933 e lutou boxe; na Light — onde trabalhou de 1935 a 1936; e na Colônia Juliano Moreira, onde ele ficou internado até morrer.Na Light, era lavador de bondes e ônibus. Em 1936, sofreu um acidente em que teve seu pé esquerdo esmagado e foi obrigado a assinar um documento em que assumia, ele, toda a culpa pelo acidente. Mesmo assim, foi afastado por desacatar ordens superiores e, logo depois, dispensado completamente. Esse acidente lhe rendeu uma causa trabalhista, e foi assim que o…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.

Cadastre-se