#28O FemininoCulturaSociedade

O mal-estar no feminismo

por Juliana de Albuquerque

Fora do Brasil há alguns anos, eu nunca deixo de me surpreender com a recente valorização do feminismo pelas internautas brasileiras. Quando eu deixei o país em dois mil e nove, pouco se ouvia falar sobre o tema.Na conclusão do meu bacharelado, por exemplo, apresentei uma monografia sobre a influência do pensamento de Hegel na obra de Simone de Beauvoir e muita gente se mostrou surpresa com a minha escolha. Na época, em conversa com uma colega, ouvi o seguinte comentário: “mas você acha mesmo que ainda vale a pena discutir aquela escritora?”.Na Europa, o clima era outro. No Brasil, Simone de Beauvoir só virou polêmica em 2015, por conta de uma questão do ENEM. Aqui, já desde muito tempo se comentava um renascimento do interesse acadêmico em Simone de Beauvoir, especialmente a importância das suas contribuições para a fenomenologia, a moral existencialista e a literatura.Discutia-se não apenas sua contribuição…

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Assine ou para ter acesso a todo o nosso conteúdo.